"Foi a Cabeça que me levou" – A Frase dos Impreparados

  • imagem ilustrativa

Nos desportos de longa distância, como triatlos da distância IronMan ou Maratonas entre outros, é algo comum ver e ouvir atletas dizerem que, nos últimos quilómetros, foi a cabeça que os levou porque as pernas já não davam.

Regra geral, quando se chega a uma determinada parte da prova em que as pernas já não dão, é sinal de que a preparação física foi insuficiente ou, a mais comum das outras opções, o esforço físico da prova não foi bem gerido.

Em qualquer um dos casos, não é bem a cabeça que leva o atleta até ao final. É, muito mais vezes, o coração. Para se chegar à "conclusão" de que foi a cabeça a levar até ao fim, passou-se, com toda a certeza, por um período de diálogo interno em que a cabeça começou por bombardear pensamentos de boicote, como a vontade de desistir, de parar, questionar o que se está ali a fazer, se vale a pena, etc… é, no entanto, o coração, o orgulho ou, não raras vezes, a vergonha, que leva a que se continue e se acabe aquela prova.

Seja por má preparação física seja por não se gerir bem a prova, a verdade é que uma boa preparação mental ajuda e muito a que estas situações não aconteçam. E, nestes casos, a boa preparação mental permite perceber que o esforço que se está a fazer é demasiado elevado e que, inevitavelmente, a factura vai pagar-se mais tarde. Uma boa preparação mental permite compensar, tanto quanto possível, essa falta de preparação física.

Quando um dos 3 pilares base – Físico, Mente, Alimentação – falha, não é possível desempenhar-se ao nível ideal, pelo que apenas podemos compensar algumas lacunas e evitar as situações de sofrimento e, aí sim, é a Mente que manda.

Ora, nestes casos, normalmente, esta conclusão de que "Foi a Cabeça que me Levou" é vista quase como um sinal de superação, quando se trata, na verdade, de um sinal de Impreparação para a competição.

Superar é fazer melhor, não é colocar-se numa situação em que o sofrimento é maior que o prazer. Para se superar verdadeiramente, uma boa preparação é essencial. Física e mentalmente. Se a parte física está em baixo, uma boa preparação mental irá ajudar a compensar. No entanto, quando se chega a esta fase da "cabeça é que me leva", é sinal de que ambas as vertentes estão em déficit de preparação e, como diz a letra da canção "Quando a cabeça não tem juízo, o corpo é que paga".

Quer superar-se? Prepare-se bem, física e mentalmente.
A Dor Faz Parte, O Sofrimento É Uma Escolha!!!

 

 

Mais informação?

O Sports Hypno Coach é destinado a todos os atletas, independentemente da idade ou nível competitivo, praticantes de desportos individuais ou coletivos, que pretendam melhorar o seu desempenho desportivo.
Se tem uma Equipa, contacte-nos para obter um orçamento.